Notícias

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Menopausa e doenças cardiovasculares

Dados do Ministério da Saúde mostram que o infarto e o acidente vascular cerebral (AVC) são as principais causas de morte em mulheres com mais de 50 anos, no Brasil. A redução hormonal, característica da menopausa, faz com que a mulher perca a proteção estrogênica, principal hormônio feminino que ajuda na proteção das artérias.

Leia Mais

Envelhecimento saudável e preventivo.

“Envelhecer  não se resume a viver vários anos, 100, 120 anos.O mais importante é envelhecer com qualidade, e infelizmente alguns têm se esquecido disso.”

O envelhecimento humano é um processo fisiológico de declínio gradativo e funcional de todas as nossas células, tecidos e órgãos. Este processo inicia-se de forma lenta e progressiva e repercute de forma negativa com o aumento de  sinais e  sintomas "comuns" com a idade.  

Leia Mais

Vitamina D, entenda os benefícios.

Vitamina D é o nome geral dado a um grupo de compostos lipossolúveis que são essenciais para manter o equilíbrio mineral no corpo. É também conhecida como calciferol e Vitamina D antiraquítica. As formas principais são conhecidas como vitamina D2 (ergocalciferol: de origem vegetal) e vitamina D3 (colecalciferol: de origem animal).

Leia Mais

Exercícios para controle do humor na menopausa

Estudo mostra que simplesmente acrescentar caminhadas vigorosas à rotina pode reduzir uma variedade de sintomas psicossociais tais como ansiedade, estresse e depressão em mulheres na menopausa.

Leia Mais

Omelete proteico

O omelete protéico dessa receita possui muita proteína e pouco carboidrato, essa é uma receita é muito utilizada por praticantes de exercícios físicos e atletas. Essa é uma receita simples, prática e rápida de se fazer!


Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.