Notícias

Categoria: Medicina Preventiva

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Implante Hormonal de Gestrinona

Com indicações específicas para mulheres com endometriose, TPM, mioma uterino, perda de massa óssea e muscular, baixa libido, anemia devido fluxo menstrual aumentado o implante de gestrinona pode ser uma ferramenta excelente para tratamento dessas condições. 

Leia Mais

HOMOCISTEINA: Você deveria entender sobre!

A homocisteína (HC) é um produto do metabolismo das células do fígado, formada a partir de uma reação de desmetilação do aminoácido metionina. O aumento dos níveis de homocisteína está relacionado com inúmeras doenças, sobretudo, doença cardiovascular, impotência, acidentes vasculares cerebrais e demências em geral e diminuição da expectativa de vida. 

Leia Mais

PELLETS, IMPLANTES HORMONAIS ou CHIP HORMONAL. O QUE SÃO?

Implantes Hormonais , pellets  ou os "chips" não são modismos ou mesmo algo novo. Nos EUA e Europa já são preconizados como forma de tratamento e reposição há mais de 7 décadas. Entenda mais sobre em nosso artigo!

Leia Mais

Ocitocina pode melhorar suas relações interpessoais.

Este hormônio, ocitocina ou oxicitocina, tem a capacidade de fazer as pessoas serem mais extrovertidas, mais abertas socialmente. Um estudo descobriu que a ocitocina spray nasal ou sublingual pode facilitar as relações sociais das pessoas tímidas. A ocitocina tem sido estudada ao longo dos últimos 20 anos pelo seu impacto sobre o comportamento social.

Leia Mais

Microbiota, depressão e ansiedade qual a ligação?

A área do microbioma intestinal é foco atualmente dos mais fascinantes estudos da investigação científica sendo que as implicações sistémicas do nosso ecossistema intestinal são muito significativas e diversas, e incluem o cérebro e todo o sistema neuro-comportamental.

Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.