Notícias

Categoria: Medicina Preventiva

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Probióticos no tratamento e prevenção da Candida albicans

A candidíase é uma doença fúngica multifacetada que coloniza a mucosa vaginal e oral de indivíduos saudáveis, sendo capaz de se tornar um patógeno quando o equilíbrio entre fungos, mucosas e mecanismos de defesa do hospedeiro é interrompido, o que leva ao aparecimento de candidíase.

Leia Mais

Reposição com hormônio hcg para melhora dos níveis de testosterona no homem

O HCG (sigla em inglês para Gonadotrofina Coriónica Humana) é uma glicoproteína com atividade biológica muito semelhante à do Hormônio Luteinizante (LH). O hormônio luteinizante tem ação no homem e na mulher. Na mulher regula a secreção de progesterona controla o amadurecimento dos folículos de Graaf, a ovulação, a iniciação do corpo lúteo. No homem, estimula as células de Leydig a produzir a testosterona.

Leia Mais

Crianças brasileiras estão expostas a moléculas que mudam equilíbrio hormonal

As crianças brasileiras estão expostas a níveis altos de parabenos e benzofenonas, duas classes de disruptores endócrinos (um tipo de molécula que não ocorre de forma natural no organismo e que pode alterar o equilíbrio hormonal) presentes em cosméticos e produtos de cuidado pessoal. 

Leia Mais

Deficiência de testosterona e doenças cardiovasculares

Existe relação entre falta de testosterona em homens e desenvolvimento de cardiopatias? 

Leia Mais

Implante Hormonal de Gestrinona

Com indicações específicas para mulheres com endometriose, TPM, mioma uterino, perda de massa óssea e muscular, baixa libido, anemia devido fluxo menstrual aumentado o implante de gestrinona pode ser uma ferramenta excelente para tratamento dessas condições. 

Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.