Notícias

Reposição com hormônio hcg para melhora dos níveis de testosterona no homem


O HCG (sigla em inglês para Gonadotrofina Coriónica Humana) é uma glicoproteína com atividade biológica muito semelhante à do Hormônio Luteinizante (LH). O hormônio luteinizante tem ação no homem e na mulher. Na mulher regula a secreção de progesterona controla o amadurecimento dos folículos de Graaf, a ovulação, a iniciação do corpo lúteo. No homem, estimula as células de Leydig a produzir a testosterona. No hipotálamo a hipófise ou glandula pituitaria é responsável pela secreção de LH que estimula a produção natural de testosterona pelo HCG.  A reposição de HCG imita o funcionamento normal de estímulo  fisiológico de testosterona, pois estimula o próprio testículo a fabricar testosterona através do eixo hipotálamo-hipófise e gónadas.

 
HCG 1.jpg
Com a idade, surgem numerosas alterações anatômicas no homem. O tamanho e o peso diminuem, e há também diminuição das células de Leydig que produzem a testosterona. O uso de medicamentos, obesidade, doenças hepáticas renais e em glândulas, diabetes, depressão e tabagismo são alguns dos fatores que interferem na produção de testosterona. 

As manifestações clínicas incluem:

- Diminuição do desejo sexual e qualidade das ereções, principalmente as ereções noturnas;
- Mudanças no humor com diminuição da atividade intelectual e orientação espacial;
- Fadiga, insônia, depressão e irritabilidade;
- Diminuição da massa muscular e aumento da deposição de gordura visceral na parte superior e central do corpo;
- Diminuição da quantidade de cabelos e pelos no corpo;
- Alterações da pele como diminuição da espessura e hidratação;
- Diminuição da densidade óssea mineral com resultante osteoporose 

Floresta Tennant MD, Ph.D., da Clínica de Dor Intratável Veract em West Covina, California, apresentou os resultados de um estudo pequeno de pacientes com dor intratável sendo tratados com o hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG). Os pacientes relataram que tinham experimentado horas livres de dor. Estes resultados foram apresentados em uma sessão de pôster na Reunião da American Academy of Pain Medicine 27 annual O estudo incluiu 12 pacientes considerados os mais graves pacientes com dor. Dentro de uma semana, 8 dos 12 sentiu os efeitos positivos e continuou HCG por mais um ano em uma dosagem semanal, relatando aumento de energia, melhora a concentração mental e memória, menos depressão e crises  e também menos dor. Em alguns pacientes também houve perda de peso.

A reposição hormonal com HCG pode trazer vários benefícios como: aumento da atividade intelectual, melhora no sono, maior disposição para os afazeres, aumento da densidade óssea, melhoria na função erétil e aumento da libido, sensação de bem estar e melhora da qualidade de vida.
 
É reposição hormônal com HCG é uma alternativa muito interessante para adultos jovens com  deficiência do hormônio testosterona pois ela não inibe as células testiculares de Leydig a produzir testosterona, fato que pode ocorrer em alguns casos com reposição de homônal com testosterona.

A reposição ou modulação hormonal com hormônio HCG só deve ser realizado após  avaliação médica detalhada e exames complementares.

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.