Notícias

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Dieta cetogênica - benefícios e malefícios

As cetonas são um combustível alternativo para nossas células, com várias vantagens sobre a glicose.Normalmente produzidas pelo fígado durante o jejum, as cetonas são mais rápidas e fáceis de metabolizar do que a glicose e fornecem uma potente fonte de energia para o cérebro e os músculos. Eles também ativam caminhos vinculados à melhoria da longevidade e da saúde.  Confira mais detalhes!

Leia Mais

Riscos da dieta da proteína com gordura

Dietas com baixo consumo de carboidratos, como a de Atkins, ajudam as pessoas a perder peso. Porém, aqueles que simplesmente substituem o pão e as massas por calorias de proteína e gordura animal podem enfrentar um aumento no risco de desenvolver prematuramente doenças cardíacas e câncer, segundo um novo estudo. Confiram detalhes!

Leia Mais

Atividade física após ter infartado, será que pode? Deve?

Resumo da publicação recente e muito bem conduzida sobre COMO, QUANTO E QUANDO iniciar atividades físicas em pessoas após infarto, e seu impacto na saúde e qualidade de vida.  Confira!

Leia Mais

Inclua minerais importante na sua rotina dietética.

Os sais minerais são essenciais para a saúde. Eles podem ser encontrados em frutas, legumes, carnes, grãos e outros tipos de alimentos. Mas cuidado ao optar por produtos vendidos em farmácias. Cabe ao médico ou nutricionista decidir se vale a pena ingerir suplementos alimentares temporariamente para suprir as necessidades de minerais do organismo.

Leia Mais

Azeitona: Bom para o coração

Aperitivo utilizado em temperos e saladas, a azeitona evita o entupimento de veias e artérias, reduzindo o colesterol ruim LDL, que provoca o AVC – conhecido como derrame – e infarto. Confira mais!


Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.