Notícias

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Crianças brasileiras estão expostas a moléculas que mudam equilíbrio hormonal

As crianças brasileiras estão expostas a níveis altos de parabenos e benzofenonas, duas classes de disruptores endócrinos (um tipo de molécula que não ocorre de forma natural no organismo e que pode alterar o equilíbrio hormonal) presentes em cosméticos e produtos de cuidado pessoal. 

Leia Mais

Burnout é real?

O burnout foi oficialmente incluído pela Organização Mundial da Saúde em sua Classificação Internacional de Doenças. Um extrato da erva Rhodiola rosea, um adaptógeno aprovado pelas autoridades europeias para uso no estresse, demonstrou ser eficaz na redução de seus sintomas. 

Leia Mais

Deficiência de testosterona e doenças cardiovasculares

Existe relação entre falta de testosterona em homens e desenvolvimento de cardiopatias? 

Leia Mais

Açafrão ou Curcuma! Será que é a mesma coisa?

Açafrão é um tempero que tem sido usado por milhares de anos na culinária do sul da Ásia. A curcumina é o composto mais biologicamente ativo da planta de açafrão. Os dados sobre os benefícios na saúde da curcumina motivaram os pesquisadores a encontrar melhores maneiras de fornecer "curcuminoides livres" mais ativos na corrente sanguínea. A curcumina tem o potencial de transformar a prática médica. 

Leia Mais

EXERCÍCIO E COVID: IRISINA PODE SER UM ATIVADOR DA IMUNIDADE.

Trabalho brasileiro de pós-doutorado, publicado na revista Molecular and Cellular Endocrinology, descobriu que a Irisina, hormônio relacionado ao exercício físico, é capaz de modular genes que se relacionam à COVID-19. O trabalho é conduzido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), com o apoio da FAPESP, e ainda não foi concluído. Confira mais! 

Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.