Tratamentos

Carboxiterapia

A carboxiterapia consiste na aplicação de injeções de gás carbônico sob a pele para eliminar a celulite, estrias, gordura localizada e também para eliminar flacidez da pele.

O gás da carboxiterapia funciona melhorando a circulação celular e a oxigenação dos tecidos. A sua aplicação é ampla, quando aplicado no rosto, aumenta a produção de colágeno, já nas nádegas reduz a celulite e mas também combate a gordura localizada, destruindo as células de gordura, podendo ser usado na barriga, flancos, braços e coxas.

Carboxiterapia dói?

A aplicação da carboxiterapia realmente dói, a entrada do gás proporciona um pequeno descolamento da pele, provocando desconforto. Entretanto, a dor é passageira, e dura até 30 minutos, melhorando pouco a pouco, assim como o inchaço local. No entanto a tolerância à dor é muito individual e para algumas pessoas, o tratamento é perfeitamente tolerável.

Para que serve e benefícios

A carboxiterapia está especialmente indicada para:

  • Celulite: porque elimina a gordura localizada por lesionar os adipócitos, favorecendo a sua queima e aumenta a circulação sanguínea e drenagem linfática no local.
  • Estrias: porque alonga os tecidos do local e preenche a região com gás, estimulando a produção de colágeno, e permite maior entrada dos cosméticos aplicados na pele.
  • Gordura localizada: porque lesiona a célula de gordura, promovendo a sua retirada, e melhora a circulação sanguínea no local da injeção.
  • Flacidez: porque favorecer a produção de fibras de colágeno, que sustentam a pele;
  • Olheiras: porque reduz o inchaço, fortalece os vasos sanguíneos e clareia a pele.

O número de sessões depende do objetivo da pessoa, da região e do corpo da pessoa. Normalmente indicado 10 sessões que devem ser realizadas a cada 15-30 dias, mas o número de sessões deve ser indicado após a avaliação corporal.

Riscos, efeitos colaterais e contraindicações

A carboxiterapia é um tratamento estético com pouquíssimos riscos, sendo muito bem tolerado, entretanto podem surgir alguns efeitos colaterais, como dor e inchaço no local da injeção, sensação de ardência na pele e o surgimento de pequenos hematomas na região da aplicação.

A carboxiterapia está contraindicada em caso de flebite; gangrena; epilepsia; insuficiência cardíaco-respiratória; insuficiência renal ou hepática; hipertensão arterial severa não controlada; durante a gravidez e alterações de comportamentos psiquiátricos.


Agende sua avaliação com nossa equipe.

whatsapp

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.