Notícias

Categoria: Nutrição

Artigos e novidades da Clínica Revitalize

Por que suplementar a Vitamina D ?

Confira 6 motivos para usar a vitamina D no seu dia a dia! Do atleta ao sedentário...

Leia Mais

Açafrão ou Curcuma! Será que é a mesma coisa?

Açafrão é um tempero que tem sido usado por milhares de anos na culinária do sul da Ásia. A curcumina é o composto mais biologicamente ativo da planta de açafrão. Os dados sobre os benefícios na saúde da curcumina motivaram os pesquisadores a encontrar melhores maneiras de fornecer "curcuminoides livres" mais ativos na corrente sanguínea. A curcumina tem o potencial de transformar a prática médica. 

Leia Mais

Compostos Bioativos como fatores para uma vida saudável

Além da constatação de que dietas ricas em vegetais podem reduzir o risco das Doenças Crônicas Não Transmissíveis, estudos têm apontado a presença de substâncias não nutrientes que interferem nos processos patogênicos de modo a prevenir e ser coadjuvante de tratamentos. Entre esses, encontram-se os CBAs (Componentes BioAtivos).

Leia Mais

WHEY PROTEIN - Qual a quantidade IDEAL?

A publicação American Journal of Clinical Nutrition Nutrition de Janeiro de 2014 publicou um trabalho comparando o efeito de várias doses de whey protein ((0, 10, 20, e 40 g) em atletas masculinos com idade variando de 20 a 22 anos em média e peso em torno de 80kg. Foram avaliados vários parâmetros no indivíduo submetido a atividade resistida.


Leia Mais

Vitamina D3: um novo horinzonte!

A vitamina D era indicada para a saúde dos ossos, prevenção e tratamento do raquitismo. Atualmente, estudos têm demonstrado implicações mais amplas em muitos sistemas do corpo, sendo hoje por muitos considerada o HORMÔNIO D.  Saiba mais sobre: 

Leia Mais

Esse site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional usando imagens e vídeos de fornecedores / fabricantes de aparelhos. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.